Persistência, criatividade e convicção são algumas das coisas que você pode aprender com seu animalzinho de estimação sem ter que sair de casa. Use o seu gato como mentor!

 Persistência

Todo mundo que já tentou fazer um gato sair de cima do teclado do computador para poder trabalhar sabe do que eu estou falando: o gato tem uma persistência de fazer inveja. Você pode tirá-lo quantas vezes quiser do lugar e ele voltará no instante seguinte onde estava. Não dá para saber o que ele pensa quando volta para o mesmo lugar de onde você o tirou quinhentas vezes, mas deve ser algo como: “Não deu para entender ainda onde eu quero ficar? ”. Não entre em uma disputa com um gato, é uma batalha que você irá perder.

Criatividade

O que espanta, e muitas vezes até irrita, não é o fato dele dormir na sua cadeira, mas por que ele não dorme na caminha dele. Ao invés de usar aquela casinha macia e cara que você comprou no pet shop, ele prefere dormir em cima de uma caixa de papelão, a sua cadeira ou o teclado do seu computador.

O gato é inovador. O gato vê mil possibilidades em um só objeto, e nós vamos apenas uma. Se você quiser sentar, procura a cadeira. Um gato usa todo e qualquer objeto para sentar em cima. Às vezes ele usa dois ou mais objetos e construí com seu próprio corpo uma ponte entre eles, e ali fica.

Um gato rejeita o óbvio. Ele olha para um objeto e se pergunta o que ele gostaria de fazer e como aquele objeto pode ser usado para atingir seus objetivos. O ser humano faz o oposto, ao invés de pensar em como o objeto pode atender às suas expectativas, ele pensa em como atender às expectativas do objeto.

Convicção

Um gato anda com firmeza e calma e gosta de fazer isso mesmo quando anda na sua frente e você está atrasado para o trabalho. Ele parece andar com a convicção de um líder, mesmo que ele tiver que parar na metade do caminho para se lamber, ele tem a calma de quem sabe onde quer ir e a convicção de que vai chegar lá eventualmente.

Ah, mais uma coisa, o gato se diverte! Não se esqueça disso. Copycat, em inglês, significa copiar alguém, mas fica a sugestão de copiar o seu gato, dando um significado totalmente novo (e literal) à expressão copycat: copie seu gato.