Estrutura Organizacional

Estrutura Organizacional
http://www.bonkersworld.net/organizational-charts/

“Nós não queremos mais uma internet mais rápida, nós queremos ser a Internet”. “Não é mais você que personaliza o carro, é o carro que te personaliza.” Esses são alguns dos insights que a Antropóloga Organizacional Dra. Valéria Brandini compartilhou com a plateia no IBM Reserach Center na Tutóia em São Paulo.

As culturas e as empresas são feitas da mesma matéria prima: o ser humano, e assim como as culturas, as empresas também estão em constantes mudanças, buscando não só novos produtos e inovações como novos modelos de negócios, novos tipos de estruturas organizacionais e novas maneiras de se trabalhar em equipe. O antropólogo organizacional ajuda as empresas a entender os seus aspectos culturais e a implementar mudanças. As estruturas organizacionais estão cada vez mais diversificadas e informais. Veja aqui uma representação bem humorada de alguns dos modelos mais famosos: http://www.bonkersworld.net/organizational-charts/

Foram horas de uma visão totalmente diferenciada do mundo, era muita coisa para assimilar, então eu tive que escolher. Escolhi gravar na minha memória permanente para uso constante a noção do “Olhar antropológico”. O antropólogo, explicou a Dra. Valéria, quando entra em um lugar, se espanta com tudo, para ele tudo é estranho e ele tenta entender como funcionam as coisas e quais são os seus significados. Como diz o ditado, “nós nos acostumamos com tudo”, mas no mercado de trabalho atual tem valor quem consegue ver as coisas de uma maneira diferente, acostumar não é mais uma qualidade valorizada como já foi um dia.

O mundo está em constante mudança, não foi a Internet que mudou o mundo, como coloca a Dra. Valéria: “ ’A internet mudou o mundo’. Don´t be silly. O mundo mudou antes da internet. Vinha mudando, mas você estava dormindo. Provavelmente quando acordou ficou deslumbrado com a possibilidade de dizer que comeu banana, tá com dor de barriga e assistiu ao Faustão num mini blog chamado Twitter”: http://valeriabrandini.blogspot.com.br/